quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Dorisiana drewseni

video

Num dia de muita sorte, eu consegui fotografar essa cigarra!! ouço com frequência seu canto (uma sucessão de chamados curtos, um Ki-ki-ki-ki-ki), mas geralmente elas se encontram tão alto nas árvores que é difícil, senão impossível, enxergar alguma para fotografar. O legal nessa espécie é a sincronização do canto (vários machos cantando juntos). Elas gostam de ficar escondidas na copa das árvores (mais precisamente nos galhos, entre as folhas), e raramente aparecem em árvores mais baixas. Mas como eu disse, foi uma sorte excepcional eu conseguir fotografar esse indivíduo. Não consegui distinguir as cores muito bem, mas posso afirmar que possui o abdome listrado (tal qual o de uma abelha), e o ventre esbranquiçado. Suas patas são verdes, e seu tamanho aproximado é de 1,5cm, descontadas as asas.

In a very lucky day, I managed to shoot this cicada! I often hear them singing (a succession of short calls, a Ki-ki-ki-ki-ki), but usually they are so high in the trees that is difficult, if not impossible, to get some pictures. The cool thing about this species is that they synchronize their calls (several males singing together). They like to stay hidden in the trees (more precisely in the branches between the leaves), and they rarely appear in the lower branches. But as I said, i was incredibly lucky to shoot that guy. I could not distinguish colors well, but I can say that it has a dark back with a striped abdomen (like a bee), and a whitish belly. Its legs are green, and its approximate size is 1.5 cm, apart from the wings.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

A verdadeira Carineta fasciculata

Chega de enrolação! Essa aqui é a verdadeira cigarra da espécie Carineta fasciculata!!! Depois de muito pesquisar, finalmente encontrei (não ao vivo e a cores, mas pela internet) aquela que é o motivo de eu ter perdido muitos fios de cabelo (brincadeirinha). Graças a este documento, posso afirmar que a correspondência é de 100%! E agora sim posso dizer a quem quer que seja o seguinte: "se a cigarra que você fotografou não é igual a essa, você não fotografou uma Carineta fasciculata!"
Foto copiada do site Faunaparaguay.com, juntamente com o arquivo do canto da cigarra
NOTA: muitos fotógrafos postam fotos de cigarras de espécies variadas e as identificam como sendo Carineta fasciculata, mas não levam em conta o tamanho, o formato do corpo, nem mesmo o canto da cigarra para fazerem tal identificação. Não sou biólogo, mas só de comparar tais características sei dizer que a maioria das cigarras retratadas NÃO É Carineta fasciculata.
Exemplos:
Cigarra do gênero Tibicen, provavelmente Tibicen texanus
Fidicina torresi
Quesada gigas

The real Carineta fasciculata

Enough lingering! This one is the real Carineta fasciculata species! After searching very hard, I finally found (not in living color, but the Internet) the one who made me lose a lot of hair (just kidding). Thanks to this document, I can say that we have a match! And now I can say to anyone: "If your cicada is not like this, you didn't photograph a Carineta fasciculata!"

Photo copied from website Faunaparaguay.com, along with the file of the cicada's song.

NOTE: Many photographers post pictures of cicadas of different species and identify them as Carineta fasciculata, but they don't use size, body shape, and even cicada's song as a basis to a secure identification. I'm no biologist, but just by comparing these features anyone can see the cicadas in the pictures are NOT Carineta fasciculata.
Examples:

 Cicada from genus Tibicen, probably Tibicen texanus
Fidicina torresi
Quesada gigas

Taphura sp




video
video

Esta cigarra minúscula, de menos de 1cm de comprimento, é muito mais comum do que supus. Dado o seu tamanho realmente diminuto, é difícil tirar uma foto em boas condições (é que o fotógrafo aqui não sabe operar a câmera direito... risos). Adicionei à postagem dois vídeos com o canto desta espécie (um é o canto normal, o de chamada; o outro é o canto de alerta, para avisar da aproximação de um inimigo, no caso eu... ). Essa espécie não voa muito alto nem muito longe, razão pela qual costuma cantar em arbustos e mesmo em gramíneas.

This tiny cicada, less than 1cm long, is much more common than i supposed. Given its really small size it is difficult to take a good picture (the photographer here is not a great camera operator ... lol). I added two videos with the song of this species to the post (one is the regular call, the other is an alert call, to warn of an approaching enemy, in that case me ...). This species does not fly too high nor too far, that's why they sing in shrubs and/or even grass.

Exúvias



Essas exúvias (ou, mais comumente, cascas) de cigarras foram encontradas em meu local de trabalho ao longo do mês de janeiro. As 11 maiores são de Fidicina torresi; as 3 menores são de Cigarras do gênero Tibicen, tais quais as cigarras mortas no post anterior (não posso afirmar ainda com certeza a que espécie estas últimas pertencem, pois o gênero Tibicen não foi catalogado ainda no Brasil).

Exuviae

These cicada exuviae (or, more commonly, shells) were found in my workplace throughout  January of 2011. The 11 big ones are from Fidicina torresi; the three small ones are from Tibicen cicadae, just like the dead cicadas in the previous post (I can't say yet to what species these exuviae belong, because the genus Tibicen   is not well registered in Brazil ).

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

3 cigarras mortas/ Three dead cicadas

Encontrei essas 3 cigarras mortas no meu local de trabalho (infelizmente já estavam mortas, e nada mais eu poderia fazer a respeito). 
I found these 3 dead cicadas in my workplace (unfortunately they were already dead and nothing more I could do about it).



Como se pode ver, 3 espécimes machos de tamanhos diferentes (possivelmente os dois maiores são da mesma espécie, ou não, mas certamente são do mesmo gênero).
As you can see, three male specimens of different sizes (possibly the biggest two are the same species "or not", but they belong certainly to the same genus).





O primeiro espécime é uma cigarra provavelmente do gênero Ariasa. Possui a parte dorsal manchada de verde  e preto, e olhos escuros (bem característica é a mancha em forma de "W" no meio das costas, na cor verde). Na sua parte ventral, possui o tórax na cor branca e o abdome marron-escuro, quase negro. Suas patas são esverdeadas. Seu tamanho é de 1,7cm, descontadas as asas, que, sozinhas, possuem 2,5cm de comprimento cada.
The first specimen is probably a cicada from genus Ariasa. It has the dorsal part tarnished of green and black, and dark eyes (very characteristic is the spot in a shape of a "W" in the mesonotum, in green). Its ventral part has the chest in white, and the abdomen in dark brown, almost black. Its legs are greenish. Its size is 1.7 cm, apart from the wings, which, alone, are 2.5 cm in length each.





O segundo espécime, provavelmente também do gênero Ariasa, possui o dorso manchado no mesmo padrão do primeiro (inclusive com o desenho do "W" nas costas, mas com a coloração diferente, num tom mais próximo do marrom em vez de verde. No ventre, idem, com as patas também num tom amarronzado (talvez fosse efeito da decomposição, pois os olhos da cigarra estavam bastante claros, também com uma coloração amarronzada, denunciando uma morte não muito recente do inseto). Seu tamanho é menor em relação ao outro espécime (1,5cm, com as asas alcançando 2,2cm de comprimento).
The second specimen, also probably from the genus Ariasa, has its back spotted in the same pattern of the first one (including the "W" on the back, but with a different color, a closer to brown tone instead of green. The belly is like the first cicada, with the paws in a brownish tone instead (perhaps the effect of decomposition, because the cicada's eyes were quite clear, also brownish, reporting a not very recent death). Its size is smaller relative to the other specimen (1.5 cm, with wings reaching 2.2 cm long).





Eis agora aquela que acredito ser a menor cigarra do mundo: seu nome científico é Taphura nitida, e seu tamanho é de incríveis 9mm de comprimento!!!! Sua cor é marrom nas costas, com algumas manchas em preto, e creme no ventre. Seu canto é idêntico ao da Taphura sp postada anteriormente.
Behold, now the one i believe to be the smallest cicada in the world: its scientific name is Taphura nitida, and its size is incredible 9mm long!! Its color is brown on the back, with some dark spots, and cream in the belly, including its legs. Its song is identical to the previously posted Taphura sp.



àqueles que acompanham meu blog

Sempre que eu posso eu posto novas fotos. E sempre que eu posso eu identifico as espécias postadas aqui. Mas infelizmente a dificuldade para identificar uma espécie de cigarra nativa do Brasil (especialmente uma das mais comuns) é muito grande, principalmente pela ausência de fontes confiáveis. Poucas foram as fontes que eu encontrei, e pouquíssimas eram as fotos ilustrativas. Mas não desistirei. Se for o caso, postarei as informações mesmo sendo inconclusivas, e aí peço àqueles que tem mais conhecimento que me corrijam por favor.
Peço desculpas se as informações forem imprecisas, e agradeço a compreensão.

To the Blog readers 


Whenever I can I'll post new photos. And whenever I'm able I'll identify the species posted here. But unfortunately it is very difficult to identify a Brazilian native cicada species (specially the most common one), due mostly to the lack of reliable sources. There were few sources I found, and very fewer pictures. But i won't give up. I'll keep on posting even when information is inconclusive, and then i'll ask for those who have more knowledge to please correct me.

I apologize if the information is inaccurate, and thank you for understanding.